O que é a resistência aos antibióticos

1. O que é a resistência aos antibióticos

A resistência microbiana é a capacidade que os microrganismos têm de se multiplicar na presença de concentrações de antibióticos mais altas do que as doses terapêuticas dadas ao homem. É um fenómeno biológico de adaptação natural das bactérias que se segue à introdução de agentes antimicrobianos na prática clínica.

O uso desmedido e irracional de antibióticos tem contribuído para o aumento deste problema.

2. Porque é que as bactérias se tornam resistentes

As bactérias apresentam uma enorme capacidade de adaptação ao meio ambiente, podendo tornarem-se resistentes a determinado antibiótico de várias formas. As mutações genéticas ocorrem com frequência e levam a que uma bactéria se torne resistente ao antibiótico administrado. O fenómeno de resistência também ocorre devido a troca de material genético das bactérias entre si.

Quando um antibiótico actua sobre um grupo de bactérias, as mais susceptíveis serão eliminadas mas um pequeno grupo poderá sobreviver e proliferar, formando assim uma nova colónia de bactérias resistentes.

Estas alterações levam a que as novas estirpes de bactérias deixem de ser afectadas por aquele antibiótico específico.

O uso repetido e inadequado de antibióticos é a principal causa do aumento das bactérias resistentes.

Os comentários estão fechados